O mercado da soja disparou mais de 20 pontos na tarde desta sexta-feira (19) na Bolsa de Chicago diante de rumores de que a China teria comprado 3,8 milhões de toneladas de soja nos EUA. Apesar de não confirmada ainda, a informação já repercute com força no mercado futuro norte-americano, afinal, ela vem acompanhada de boatos de que os chineses vão ainda liberar cotadas de soja, algodão e carne para os americanos.

Perto de 14h40 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 22,25 e 22,50 pontos nos principais contratos, com o agosto valendo US$ 9,03 e o novembro, US$ 9,21 por bushel.

“E acredito que haja ainda uma cobertura de posições também nestas altas”, diz ao Financial Post, o analista de mercado internacional Brian Basting, da Advanced Trading. “E o clima continua sendo de extrema importância para o mercado, principalmente no final de julho”, completa.

Saiba mais.

Fonte: Noticias Agrícolas